2016-08-27

Carta Aberta ao Dr. Mário Soares e sua Fundação: Justiça ao “grande” ALM=Advogado-Ladrão-Mafioso para AVI-VAS=Associação de Vítimas de Injustiças e Voluntários de Ação Social,




Um caso pessoal de luta por justiça, anda nos tribunais italianos e portugueses com várias condenações para um “grande advogado”, ladrão e mafioso mas que na verdade só me penalizou a mi e contribuintes com vários milhares de euros para nada. O próprio juiz do tribunal que o condenou a pagar-me 26.000.000 liras italianas e 9 meses de prisão por ameaças mafiosas continuadas, desabafou que eu nunca verei aquele dinheiro nem irá para a prisão. Passadas dezenas de anos e várias condenações em Itália e Portugal nem foi para a prisão nem pagou um tostão.
Reformar esta justiça foi a melhor prioridade do melhor político da história mundial que eu conheço em inteligência pragmática e eficiência.
Mário Soares foi o político de Portugal que mais admirei. Era Presidente de Portugal quando o caso do “grande” ALM=Advogado-Ladrão-Mafioso começou. Escrevi-lhe um email, recebi resposta e segui as instruções. Imagino que quem trabalhou para Mário Soares e quem hoje trabalha na sua Fundação tem um mínimo de moral, ética e deontologia inspirada no seu maior personagem e é sensível aos valores de melhor política e justiça para o futuro de Portugal. Por isso lhes faço uma proposta para contribuir a um melhor prestígio da Historia do Dr. Mário Soares, sua Fundação e sua herança política, moral e histórica:
Dão-me colaboração para obter justiça e se conseguirmos que o “grande” ALM=Advogado-Ladrão-Mafioso pague aquilo a que foi condenado concedo à Fundação Mário Soares a administração desse dinheiro para a criação de uma AVI-VAS=Associação de Vítimas de Injustiças e Voluntários de Ação Social, orientada para melhor justiça justiça sobretudo vítimas de injustiças que não têm meios de pagar melhores advogados. Eu estou disposto a trabalhar gratuitamente para a AVI-VAS, inclusivamente por tempo superior ao de um normal empregado, desde que me proporcionem um mínimo de sobrevivência.
As condenações não têm efeito porque não é possível encontrá-lo. Imagino que com a legislação e justiça atual mesmo que seja encontrado não pagará nada. Sendo um grande advogado encontrará sempre novos meios de fugir à verdadeira justiça. Imagino que só com uma NJF=NÉO-Justiça-Futura pode ser condenado a pagar verdadeiramente. Se o Dr. Mário Soares e sua Fundação usarem o seu prestígio e influência política para uma justiça mais eficiente contra os piores advogados-ladrões-mafiosos ou piores criminosos aos quais a justiça tradicional não faz verdadeira justiça darão um grande contributo para um futuro melhor.

2016-08-17

ONU-W-GOV: Neo-NÉO=Neo-Novo, Neo-Ético, Neo-OnLine e Neo-pers...

ONU-W-GOV: Neo-NÉO=Neo-Novo, Neo-Ético, Neo-OnLine e Neo-pers...:   Neo-personagens: Se eu fosse … Neo-Hitler: Se eu fosse Hitler e tivesse as suas capacidades de eficiência política não as utilizaria p...

Neo-NÉO=Neo-Novo, Neo-Ético, Neo-OnLine e Neo-personagens: Se eu fosse …

  Neo-personagens: Se eu fosse …
Neo-Hitler: Se eu fosse Hitler e tivesse as suas capacidades de eficiência política não as utilizaria para uma raça dita superior governar o mundo mas para todos os melhores de todas as raças terem mais poder e influência dos piores…
Neo-Berlusconi: Se eu fosse Berlusconi e tivesse a sua eficiência económica seria mais generoso com os mais eficientes para um mundo melhor e conversão ou punição dos piores… Não tentava salvar uma meia vida em estado de coma irreversível durante 16 anos, (Eluana), mas dava prioridade a salvar 13 milhões de mortos por ano com fome, doenças curáveis e consequências da poluição…
Neo-Einstein: Se eu tivesse a inteligência de Einstein inventaria uma NÉO-Relatividade dos valores, inteligência e criatividade aplicados à justiça, política, economia, cultura, arte, informação e publicidade-marketing…
Neo-Gates ou Neo-Bill Gates, ou Neo-MBG=Melinda-Bill-Gates com prioridade a um futuro melhor para todos, não a defender dialetos mas promover o fim de todos os dialetos e todas as línguas em benefício de uma língua global universal…
Neo-Google ou Neo-MdB=Motores de Buscas com exclusão de mentiras ou meias verdades anti-sociais que escondem verdades sociais nas primeiras páginas e conversão ou MOL=Morte-On-Line dos mentirosos e populistas anti-sociais, PMM=Prostituição-Moral-Mental da informação ou publicidade mentirosa mascarada de informação verdadeira...

NÉO-ONU para um melhor futuro global de Internet e novas tecnologias

Com a aparição de Internet e desenvolvimento das novas tecnologias é importante um governo global de tudo o que não tem fronteiras e pode produzir grandes benefícios ou catástrofes com consequências astronómicas para o bem ou mal de todo o mundo...
Uma NÉO-ONU pode ser o melhor meio de contribuir para um melhor futuro global de Internet e novas tecnologias…
NÉO=NOVO, ÉTICO E ONLINE: em contínua evolução para educar todo o mundo para comportamentos de ética, deontologia e moralidade com prioridade a uma justiça global e melhor sobrevivência do género humano.
Tudo o que se encontra ONLINE pode ter consequências muito boas para todos ou quase, muito más para todos ou quase e duvidosas, boas para uns e más para outros. Embora nem sempre seja possível calcular os justos benefícios e os injustos danos sociais globais, por vezes são evidentes os patrimónios úteis para a humanidade e os crimes sociais globais.
Imagino que uma NÉO-ONU com mais poderes de premiar os melhores e converter ou punir os piores online contribuiria à melhor revolução do futuro.
O futuro caracteriza-se por:
1. O tempo torna-se sempre mais importante sobretudo para as pessoas mais importantes,...
2. A informação e conhecimentos tornam-se globais, com processos quase gratuitos de divulgação e acesso, aumentando a quantidade e a dificuldade de selecionar a qualidade…
3. Se os melhores escritores, jornalistas, informadores, investigadores e inventores de ideias forem mais premiados e reconhecidos pela ONU quando contribuem para um futuro global melhor serão estimulados a estar mais ao serviço global do que interesses privados particulares... Os que mais prejudicam a utilidade social global a PMM=Prostituição-Moral-Mental anti-social disfarçada de informação, do proselitismo ideológicos para interesse de poucos e danos de muitos, a mentira anti-social mascarada de informação, podem ser estimulados converter-se com o prémio dos melhores e punição dos piores, ou condenados à MOL=Morte-On-Lone. A ONU ou NÉO-ONU com um TIO=Tribunal-Internacional-Online e uma JsF=Justiça sem Fronteiras pode premiar os melhores com multas aos piores e contribuir assim à melhor revolução do futuro.
4. As leis e proteção dos direitos de autor precisam de ser atualizados e em contínua evolução para maior utilidade sacial global de Internet e novas tecnologias. Uma NÉO-ONU pode criar leis e justiça simplificada para premiar os melhores e converter ou punir os piores.
As leis e formas de justiça nacionais devem passar a ter um valor relativo, tender a colaborar com regulamentação global da ONU ou Neo-ONU sempre que estão em jogo interesses sociais globais mais importantes de certos interesses nacionais. Uma Neo-ONU pode estimular e gerir a colaboração de políticos, magistrados, empresários, editores tradicionais, elites das novas tecnologias e representantes dos consumidores.
As novas leis devem dar prioridade à utilidade social, meios de premiar os melhores e multas aos piores, em especial aos ladrões do bem mais precioso: o tempo.
5. O editor do futuro poderá ser uma espécie de agente artístico entre o produtor de ideias, cultura ou informação e o consumidor. Será um intermediário estimulador da melhor produção cultural conciliando os gostos do consumidor com as necessidades sociais do momento e futuro.
6. Os afiliados e formas de promoção que proporcionam uma percentagem podem ser divinos ou diabólicos: divinos se com ética, inteligência e bom senso promovem o melhor de cada momento para os interesses de determinados consumidores ou diabólicos se usam técnicas persuasivas para os piores fins: enganar os consumidores com o pior ao mais caro preço, roubar tempo de muitos para estimular a pior produção do pior com piores consequências sociais globais, poluição do ambiente e mortos de fome para poucos milionários mais milionários.
7. A NPM=NÉO-Publicidade-Marketing terá prioridade em 3 ganhadores: produtores do melhor, promotores do melhor e consumidores com benefício em economia de tempo pelas propostas selecionadas e meios adaptados às suas necessidades.
8. A sociedade futura pode beneficiar de uma NÉO-ONU de diversas formas:
A) Os privilegiados, mais importantes e que mais pagam a produção dos autores são também os que beneficiam em tempo que podem ocupar a produzir outros bens sociais.
B) Se os melhores autores são mais estimulados e remunerados podem contribuir a melhores produções para um mundo futuro melhor.
C) Parte da produção dos autores torna-se do domínio comum, beneficia a sociedade depois de beneficiar prioritariamente quem a pagou, promoveu e produziu.
Tempo é vida, valor dos valores, e tudo o que economiza tempo pode ter um valor social enorme: abreviaturas, metodologia, biologia, psicologia e filosofia da comunicação.
NEO-ONU para um governo global de Internet e novas tecnologias:
USA-ONU: 10/01/2006 – 11/01/2006, ... os no-global causaram o dobro de danos no G8 de Génova, ... Web-crimes: spam, vírus e vigarices. Estupidez da velha justiça e ideias para a nova justiça do futuro... Bill Gates, Bill Clinton, Che Guevara, AIDS, mortos de fome e Neo-ONUNão seria melhor investir esses 20 milhões para salvar os que morrem de fome? Ou quem soube investir na Microsoft sabe melhor que eu em que deve investir? Afinal os no-global causaram o dobro de danos no G8 de Génova, e muito provavelmente com menos resultados. A coisa mais inteligente do mais inteligente desses no-global parece-me uma estupidez: sem patentes nos medicamentos podiam ser produzidos por um preço 30 vezes inferior em África e salvar milhões de pessoas. Eu penso que sem patentes esses medicamentos não teriam sido inventados e morreriam biliões em vez de milhões.
Recordo as polémicas do primeiro homem na Lua: uns diziam que esses investimentos deviam ser usados na Terra em vez da Lua. Outros diziam que esses investimentos ficavam na Terra e desenvolviam muitas ciências com interesse prático para o quotidiano futuro.
Aqueles investimentos foram feitos pelo Estado, pelos contribuintes. Neste caso é um privado que acredita no resultado económico de um investimento em turismo espacial. Calculam que no ano 2030 estejam 5 milhões em lista de espera para uma viagem de turismo no espaço. (Fonte: “La Stampa” 2004-06-21, p.14). Mas outros cálculos falam da necessidade de dois planetas como a Terra para alimentar o contínuo aumento de população e consumo.
Aqui está a diferença essencial entre capitalismo e comunismo: no sistema capitalista quem mostrou saber investir tem mais meios de investir até investir mal; no sistema comunista ou na função pública são os ditos representantes do povo a decidir. Teoricamente ambos os sistemas têm a sua lógica. Na prática ambos têm s suas vantagens e desvantagens: um produz mais eficiência e desigualdade, outro produz mais igualdade e ineficiência. Como se vê comparando USA e ex-URSS, Itália e Albânia, BRD e DDR, Coreia do Norte e do Sul.
A Microsoft fez dinheiro produzindo benefícios sociais pagos por quem os usa. A filosofia oposta do “copyleft”, contra patentes e direitos de autor, acredita mais no voluntariado espontâneo e defende o livre uso das invenções e programas sem pagar direitos de autor, (2).
Se não existissem direitos de autor talvez Bill Gates e seus colaboradores não tivessem tanto dinheiro mas o mundo estaria muito pior e morreriam mais de fome: menos empregados, os que trabalham na investigação economizam tempo aos mais inteligentes e produtivos que por sua vez permitem melhorar a vida com menos meios.
Eu penso que são necessárias menos leis mas mais universais, talvez com a superintendência da ONU, algumas normas éticas e deontológicas mais globalmente aceites e muito bom senso de justiça sem fronteiras na sua aplicação.

Anker O G8 de Génova foi para muitos anarquistas e “no-global” um momento alto da sua história. Para mi foi um momento baixo: nobres ideais como objetivos muito justos mas com estúpidos meios: violência, destruição, terrorismo ...
Passados 6 anos do G8 de Génova continuava em primeira página da informação
de Indymedia como um troféu político, a defesa dos manifestantes e a criminalização dos polícias. Para mi é a sua vergonha.
Só passados 15 anos do G8 de Génova encontrei mais comentários semelhantes às minhas opiniões durante e pouco depois destes acontecimentos.
 Lutar contra a pena de morte parece ser um sinal de civilidade. E se com a morte de um assassino se salvassem dezenas de milhares de inocentes não era mais civil, justo e ético?
AnkerExtremistas cristãos ou anarquistas fundamentalistas anti-cristãos? Quem são os extremistas e fundamentalistas? Numa Rússia de minoria cristã tantas vezes perseguida, chamam extremistas cristãos e ameaçam: “Nós iremos golpear e atacar, nós iremos nos defender contra estes que procuram nos prejudicar, nós iremos lutar pela nossa liberdade coletiva e pessoal, e o mais importante é que estamos comprometidos na organização e crescimento do nosso movimento para que o nosso destino e segurança esteja em nossas próprias mãos ...crescente poder do fundamentalismo cristão, ... os valores cristãos, ... legitimação da ascendência da extrema-direita nos EUA, ... tomada do poder estatal norte-americano, em proporções cada vez maiores. ... um grupo de antifascistas locais que organizaram um bloco “rosa-purpúreo-negro” para tentar interromper o evento e confrontar diretamente com os que lá estavam. ...Conduzidos por uma faixa onde se lia “Esmague o Fascismo Cristão”,… extremistas cristãos.” Em 12 anos num seminário católico e uma vida na maioria entre católicos não conheci um único desses chamados extremistas cristãos que se possam comparar com outros de outras “religiões terroristas”.
Anarquismo da passado presente e futuro: http://xoomer.virgilio.it/jiimm/la.htm.
A desinformação política pode ser honesta se é feito por um partido claramente identificado, por um meio de informação partidário perfeitamente identificado. Mas se um meio de informação se diz pluralista aberto a todas as opiniões e depois cancela tudo o que é favorável aos USA e Israel para dar espaço só ao que é contra pode chamar-se honesto? Se una TV pública como a Rai3 dá prioridade a informações anti-americanas está a ser honesta? Itália não deve aos USA ser o 7 país mais industrializado, receber os pobres albaneses em vez de ser pobre como eles? A verdade é que Itália esteve unida a Albânia, poderia ser mais semelhante à pobreza comunista do que à riqueza americana... Mas foi “invadida pelo imperialismo americano” como dizem alguns, ou libertada do nazismo, fascismo e comunismo como digo eu e outros com a minha cultura? Alguns factos são incontestáveis: invasão dos americanos enquanto dominava nazismo e fascismo, percurso capitalista e defesa do comunismo para que a Rússia não fizesse com Itália o que fez com Albânia, Hungria, etc. Em minha opinião é evidente que sem os USA Itália teria um percurso menos semelhante ao dos USA e mais semelhante à Rússia e Albânia. Em minha opinião os americanos estão a fazer com o Afganistão e Iraque o que fizeram com Itália: libertar de ditaduras e instaurar democracias. Rai3 orgulha-se de ser a primeira TV pública a transmitir em horário nobre o filme da campanha do milionário americano contra a versão oficial dos ataques terroristas do 11 de Setembro de 2001. Em minha opinião este filme, (como muitos de Moore), é a arte de misturar meias verdades mentiras fora do contexto para favorecer a oposição nos USA e apoiar o terrorismo islâmico internacional. Em minha opinião esta informação contribui a que o terrorismo no Iraque e Afeganistão continue a matar centenas de pessoas por dia e evite a reconstrução e instalação da democracia.
Mas a pior desinformação é quando um meio de informação cancela verdades favoráveis aos USA e Israel para repetir à infinidade mentiras desfavoráveis.
Com www.google.com encontrei “aproximadamente 60.700 para Tortura Afeganistão Iraque”, quase todas atribuídas aos USA.
Imagino que só as ditas "torturas" de uma só americana que foi condenada a 3 anos de prisão, (possivelmente inferiores a muitas praxes universitária que nem são condenadas), fizeram mais notícia em Itália do que milhões de torturas até à morte de Saddam, Mao, comunistas e islâmicos.
Encontrei em certa informação em Itália em primeiro plano um vídeo em espanhol do discurso do Presidente Chavez na ONU. Começava e terminava com grande publicidade a um livro de Chomsky “Egemonia ou sovrevivência”. Pelo meio chamava várias vezes a Bush dos piores nomes, desde diabo a estúpido, só mal dos USA e Israel, só bem do resto do mundo e em especial dos inimigos dos USA. Só um anti-americanismo de certa Itália, (segundo alguns dados de 80% em 2005, segundo uma minha sondagem a Milão de quase 100% de jovens desinformados anti-americanos), explica colocar em primeiro lugar una informação espanhola tão anti-americana.
Em minha opinião existiu naquele tempo muita desinformação do género da que existe hoje. No início o Nacional Socialismo de Hitler criou empregos e não fez só mal. Os jovens só recebiam informações positivas sobre o Nacional Socialismo como hoje em Itália, (e não só), muitos jovens só aceitam informações anti-americanas. O facto de o Papa Ratzinger aos 16 anos fazer parte da juventude nazista ou escritores humanistas militarem no nazismo são muito explorados pela opinião pública como sendo um escândalo mas talvez com uma melhor informação sem preconceitos sejam compreendidas como normais. Afinal o comunismo não fez mais vítimas inocentes do nazismo? A II Guerra Mundial não começou com um acordo entre Hitler e Estaline? Os jovens e adolescentes não são fruto do meio podendo depois renegar o passado? São
Paulo não perseguiu os cristãos antes da conversão?
Recordo que os USA deram 42 milhões de dólares de ajudas humanitárias ao Afeganistão pouco antes de serem atacados. Muitos devem ter pensado que em vez de ajudas humanitárias para os terroristas que os atacavam era melhor impor primeiro a democracia. Muitos milionários americanos que fizeram fortuna produzindo bens e serviços dedicam somas astronómica à beneficência.
Em minha opinião o velho anarquismo nunca governou, nem deve governar na sua versão tradicional, pelos danos sociais que causam com as suas lutas e destruição da economia. Esses milhões de mensagens causam danos a milhões de inocentes com mensagens ditas pacifistas mas que só servem a dar poder aos piores guerreiros: Saddam e o terrorismo islâmico. Se não fossem os pacifistas talvez Saddam tivesse sido destituído do poder quando invadiu o Kuwait e talvez tivéssemos hoje um Iraque democrático que se distinguiria do Irão e teocracias islâmicas como Itália se distingue de Albânia ou BRD, (Alemanha capitalista), da ex-DDR, Alemanha Comunista), ou Europa Ocidental da Oriental. A chamada “política imperial” americana deu democracia, liberdade e riqueza aos ditos invadidos. O melhor exemplo é a comparação entre BRD e ex-DDR. A Alemanha Ocidental pagou um elevado preço económico para elevar o nível da Oriental e 25 anos depois da união continuam as diferenças. Uns 20% estavam descontentes em 2005 e preferiam a antiga separação. Certos meios de informação, orgulhosos de estar sempre do lado das minorias e do anti-americanismo, só divulgam as verdades dos 20% favoráveis ao comunismo. Mas é justo sacrificar 80% por causa de 20%?
Imagino que no tempo de Saddam ou nos regimes comunistas, quem tentasse qualquer iniciativa de dano geral da economia seria severamente castigado. Prejudicar a economia global para prejudicar os USA é muito popular em certos meios mas a mi parece-me maquiavelismo no seu pior.
É muito popular em certa informação atribuir aos USA a fabricação dos monstros como Osama e Saddam.

A verdade que me parece mais importante da informação atual e futura: a deformação da informação com meias verdades. Biliões de informações estão disponíveis na Internet. Algumas informações são moda atual talvez não tanto por razões lógicas e inteligentes mas por razões populistas, emotivas, psicológicas, sociológicas ou manipulações ideológicas.
Imagino que se no século passado os americanos livraram meio mundo dos danos do nazismo, fascismo e comunismo, neste serão a principal oposição ao terrorismo islâmico. Imagino que as guerras de honesta informação com a vitória do mais inteligente e racional é o melhor meio de evitar terrorismo e guerras com sacrifício de inocentes. Tento fazer uma informação honesta de contestação de um anti-americanismo que me parece emotivo e irracional a dar força ao terrorismo. A melhor informação é um dos melhores meios de melhores democracias. Mais um professor francês foi impedido de dar aulas e passou a viver escondido por causa das ameaças de morte pelo que escreveu no jornal "Le Figaro" que não agradou a alguns islâmicos, (1). O facto de não se poder ter opinião livre com medo da violência islâmica está a condicionar a Europa. Espero que muitos muçulmanos se unam aos que condenam a violência que impede a liberdade de opinião.
Eu penso que o mundo deve caminhar para um governo mundial da ONU ou de outra organização como única solução de evitar mais guerras. Para isso é importante melhor informação para melhor democracia.